14/03/2019 às 17:30:55
Movimentos ocupam ferrovia da Vale por justiça a Brumadinho e Marielle; PM reprime




Pela memória de Marielle Franco e por justiça às vítimas da Vale pelo rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, cerca de 400 mulheres do Movimento Pela Soberania Popular na Mineração (MAM) e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam na manhã desta quinta-feira (14) a ferrovia que transporta minério de ferro extraído da região do quadrilátero ferrífero em Sarzedo (MG), cidade vizinha à Brumadinho. A polícia reprimiu a manifestação e feriu ao menos 10 militantes com bombas e balas de borracha e um membro da imprensa, Nacho Lemus, repórter da Telesur, que acompanhava a manifestação.

Reportagem: Michelle Carvalho
Foto: Larissa Gould
Agência: Brasil de Fato