17/01/2019 às 13:08:55
Retratos da precarização: os caminhos que levam brasileiros à informalidade




“Com 57 anos, não consigo emprego. Está difícil até para quem tem faculdade, imagina quem tem só até o primeiro grau. Para não passar fome, resolvi trabalhar na rua”, conta Severina, paraibana que veio a São Paulo há 30 anos para tentar ganhar a vida. Trabalhou em fábrica de plástico, de bolsas e como prensista. Hoje, vende frutas no Largo 13 de Maio, no distrito de Santo Amaro, zona sul da capital paulista.

Reportagem: Bruna Caetano
Foto: Bruna Caetano
Agência: Brasil de Fato